segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Intercâmbio Gastronômico - Bacalhau à Zé do Pipo



Amizade vem de graça. Prova disso é a minha com a Pipoka. Desde que conheci o Three Fat Ladies, me identifiquei com a linguagem, com as receitas, com o layout, enfim definitivamente fiz uma comadre do outro lado oceano.
Esta amizade fez com que eu recebesse um convite. Um convite que
foi aceito de imediato e que me proporcionou uma experiência incrível, literalmente um Intercâmbio Culinário.
A Pipoka me deu 3 opções de receitas e fui direto no bacalhau à Zé do Pipo. Daí, ela me disse que das opções, a que escolhi era a preferida dela. Viram só a sintonia da dupla!
Segui a risca a receita portuguesa da comadre e nem preciso
dizer que ficou e se tornou uma sensação. Saiba mais sobre o prato, é só clicar.

Vamos ao Bacalhau!

Bacalhau à Zé do Pipo

Na cestinha

3 ou 4 postas de lombo de bacalhau - cerca de 600 g de bacalhau
Leite

2 cebolas médias

4 dentes de alho

Azeite

1 ovo (separar gema e clara)

800 g
de batata
1 pouco de manteiga

Noz-moscada

pimenta

*Maionese (cerca de 1 xícara)

Azeitonas pretas para enfeitar

Cozinhar o bacalhau em leite temperado com pimenta. Coar e reservar o leite do cozimento do bacalhau. Limpar bem os lombos (evitar desfiar o bacalhau, deixá-lo em lascas). Fazer um refogado com azeite, a cebola cortada em finas meias-luas e o alho picado. Cozinhar as batatas, passá-las pelo pass-vite e juntar o leite que achar necessário (usar o leite do cozimento do bacalhau), um pouco de manteiga (de preferência sem sal, caso contrário cuidado para não ficar salgado) e noz-moscada. Juntar uma gema e uma clara batida em castelo. Untar um pirex/travessa com um pouco de azeite. No centro, colocar o refogado e por cima o bacalhau cozido. Nas laterais, espalhar o puré. Cobrir o bacalhau com maionese. Vai ao forno a gratinar. Enfeitar com azeitonas e servir com salada.


*Maionese caseira

2 unidade(s) de ovo 2 colher(es) (sopa) de suco de limão 1 xícara(s) (chá) de óleo
sal
1 colher(es) (sopa) de mostarda

Os ingredientes devem estar em temperatura ambiente. Misture os ovos, o suco de limão e a mostarda e bata por alguns segundos no liquidificador e deixe descansar alguns minutos. Ligue o liquidificador e adicione o óleo bem lentamente através do furo da tampa. Bata até atingir o ponto e acrescente o sal. Faça somente a quantidade necessária para o consumo imediato, não guarde mais do que um dia.


8 comentários:

pipoka disse...

Comadres,

Como já disse a vc, estou muito sensibilizada (totalmente derretida) com o seu carinho. O bacalhau ficou uma beleza! Vc é o máximo!

bjs enormes

Mari disse...

I Luv Pipoka!

Luciana Macêdo disse...

Uma delícia este bacalhau, destes omde o bacalhau não fica escondido.
Bjs!

ameixa seca disse...

Que bela dupla hein? Ainda por cima sintonizada ;) O intercâmbio tem destas coisas! Eu sou grande fã de bacalhau e este está lindo ;)
Obrigada pela participação.

Marizé disse...

Bacalhau à Zé do Pipo é uma das pérolas na gastronomia Portuguesa, e eu gosto bastante.
Fico feliz por teres gostado também, a Pipoka é uma grande cozinheira e uma "comadre" à maneira!

Parabéns para as duas.

Bj

risonha disse...

bem, já comentei lá no outro lado...
agora só me resta dizer que este é um prato que eu adoro e que dentro de dias vou publicar no meu cantinho.. lol!

Manuela disse...

É muito bonita a amizade que se cria com este tipo de intercâmbio :)
Estou ansiosa pela minha vez!

日月神教-向左使 disse...

.................................................
.