domingo, 29 de junho de 2008

Nhoque da Fartura

Diz a lenda que certo dia 29 na Itália, um andarilho faminto bateu a porta de um casebre para pedir um prato de comida. A família era grande e bastante humilde, mas apesar disso eles não se importaram em dividir o nhoque com o homem, que se chamava São Genaro. Repartiram a refeição e cada um ficou com apenas sete pedacinhos. Depois de comer em pé, São Genaro agradeceu e partiu e quando foram recolher os pratos descobriram que embaixo de cada um havia bastante dinheiro. Por isso, tradicionalmente, todo dia 29 é dia do Nhoque da Sorte ou da Fortuna.
Então, porque não aproveitar o domingo e fazer um delicioso Nhoque a Bolonhesa. Sem esquecer, é claro, de colocar a notinha de dólar debaixo do prato.


Na cestinha

Molho
50 g de manteiga
180 g de bacon fatiado
1 cebola grande roxa picada
1 cenoura
4 tomates italianos picados sem pele e sementes
700 g de carne magra moída
500 ml de caldo de carne
250 ml de extrato de tomate
125 ml de vinho tinto
noz moscada
sal
pimenta

Em uma panela, aqueça em fogo médio metade da manteiga. Junte o bacon, quando dourar acrescente a cebola, a cenoura, os tomates. Mexa por uns 10 minutos. Aumente o fogo, coloque o restante da manteiga e aos poucos vá inserindo a carne moída. Quando esta dourar, junte o caldo de carne, a polpa de tomate, o vinho, a noz moscada, sal e pimenta. Tampe a panela e deixe ferver, cozinhe em fogo brando por 3 horas. Sempre que o molho ficar seco, acrescente o caldo da carne.
Reserve.

Massa
1 quilo de batata velha
30 g de manteiga
250 g de farinha de trigo
2 ovos batidos

A batata velha é fundamental, pois possui pouca água. Quando se trabalha com batata nova, esta apresenta muita água na sua composição, logo é necessário colocar mais farinha.
Descasque as batatas, pique-as grosseiramente e coloque em uma panela com água. Retire quando estiverem tenras.
Escorra e em uma bacia esmague muito bem. Com uma colher de pau, acrescente a manteiga, a farinha e os ovos batidos, misture e deixe esta mistura esfriar.
Em uma superfície lisa, espalhe a farinha e faça rolos com a massa. Corte em pedaços pequenos.
Cozinhe o nhoque, em pequenas porções, numa panela grande com água e sal. Quando ferver, coloque a massa, até que esta flutue. Com uma escumadeira, retire o nhoque.





Para a montagem, forre com o molho uma vasilha grande e cubra com o nhoque. Vá alternado, uma camade de molho, outra de nhoque. Finalize com o molho, regue com um pouco de azeite e salpique parmesão. Leve ao forno préaquecido por mais ou menos 40 minutos/1 hora.
Sirva quente.


6 comentários:

Marizé disse...

Gostei da história e gostei da receita, não fosse eu uma amante de massas.

Bj

pipoka disse...

Comadre,

Não conhecia a história e adorei! A receita deixou-me completamente a salivar.

bjs

Ainda não enviei a receita prometida, pois estou cheia de trabalho...mas logo, logo envio.

Nana disse...

Hum, bem que esse santinho poderia passar lá em casa!
Amo nhoque!
bjs

Maridinho disse...

Fartura, Fartura, Fartura!!!!

Adriana disse...

Adorei esta historia!

Mari disse...

E viva São Genaro!