sábado, 1 de março de 2008

Quindim


Doces portugueses são os preferidos aqui em casa. Pode ser por uma questão de origem, né.
Dentre eles, o que maridinho mais ama é o quindim.
Como não tenho muito costume em fazer doces, antes de cozinhar uma recetinha pesquiso até falar chega. Estudo, cruzo informações, peço dicas, enfim faço tudo para acertar.
Vamos parar de falar e cozinhar.

Na cestinha

*Esta receita serve 14 forminhas pequenas

4 gemas
2 ovos inteiros
1 xícara de açúcar
1 colher de sopa de manteiga derretida
100 g de côco ralado
2 colheres de sopa de leite de côco
1 colher de sobremesa de baunilha

Separe as claras das gemas. Numa tigelinha, coloque delicadamente as gemas, depois os ovos (um de cada vez), o açúcar, a manteiga derretida, o côco ralado, o leite de côco e a baunilha. É importante não mexer muito.



Uma dica importante é que esta receita é para ser feita em forminhas e não para uma fôrma grande.
Unte com manteiga e polvilhe as forminhas. Preencha com a mistura e leve ao banho maria no forno baixo (180 graus) por 1 hora e 30 minutos. Quando o quindim estiver dourado, retire do forno.


Outra dica é que o quindim deve ser desenformado morno. Nem quente, pois quebra, nem frio, pois pode não soltar.



22 comentários:

pipoka disse...

Achei engraçado vc associar o Quindim a Portugal, pois nós aqui achamos que é doce brasileiro! Independentemente da nacionalidade, a verdade é só uma: é delicioso!

bjs

laila disse...

mari q lindos q ficaram!!!e q engraçado o comntario da pipoka...eu concordo q é doce portugues...eheh

bjs

Magia na Cozinha disse...

Amo quindim!! Delícia!

Mari disse...

Ei, Pipoka. Enfim, realmente é delicioso. Beijos!

Mari disse...

Laila, eu tb acho. Vou estudar mais a origem e coloco aqui. Beijos!

Mari disse...

Cláudia, é bom demais, né Impossível comer um só. Beijos

Mari disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mari disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Adriana disse...

Lá vem delicia só de olhar fico babando de vontade...

Danielle disse...

nossa fazer quindim... que maximo... acho tão dificil.. e admiroq ue faz... hihihi;.. ficou m=linda a cara do blog.. linda!!! amei!!! bjkas dani

Humberto disse...

Sucesso a cara nova do blog, gata! Saudade de você!

Quanto ao quindim, sem comentários. Além de eu adorar, me lembra justamente seu casamento :P
Quindim e muuuuuuuuito champagne!

Besos fióta!

Mari disse...

Gente, dei uma pesquisada sobre o quindim. A origem é portuguesa, pois é um doce que leva muitos ovos (gemas). Mas, por levar côco, alguns intitulam o doce como quindim brasileiro.
Enfim, já que a receita leva um pouquinho da culinária portuguesa, quanto brasileira, acho que podemos dizer que é uma fusão de cozinhas e denominar o quindim como um doce luso brasileiro. Que tal?

Mari disse...

Dani, não é difícil não. Pode tentar, eu garanto. Beijos

Mari disse...

Humbert...tava sumido. Digamos que o quindim, no caso, seria uma confort food, heim.

Smas disse...

Somos parecidas: eu também pesquiso até à exaustão e depois troco as coisas para conseguir ter o sabor que me parece melhor.
E esse quindim tem um óptimo aspecto.
Bjs

Receitas da Filipa disse...

Mari que quindim tão lindo! Está com um aspecto excelente!
Assim como a pipoka, também achei engraçado associar este doce a Portuga, pois nós aqui sempre achámos que o doce era Brasileiro...

Beijinhos

Adriana disse...

TEM PRESENTE PARA VOCE NOS TRES MARIAS

Mari disse...

Menina, tem que pesquisar mesmo, só assim aprende. Beijos e valeu pela visita.

Mari disse...

Filipa, obrigada pelo elogiio. Se fosse possível, enviaria um quindizinho para cada leitora querida do Batedeira. Beijos

Eliana Scaramal disse...

Está lindo seu quindim! O brilho esta perfeito! E parabéns pelo prêmio.

Mari disse...

Lica,
fico muito feliz pelo elogio! Ainda mais vindo de vc, viu. Beijos.

Cris disse...

Mari:

Devo polvilhar as forminhas com farinha de trigo ou açúcar?

Bjs,

Cris